Perigos elétricos – Invisíveis, inodoros e mortais.

Escrito por abracopel 5 de dezembro de 2018 0 comentários visto 147 vezes

Problemas elétricos em residências são responsáveis por incêndios, mortes e muitas perdas de propriedades.

Você sabia que a instalação elétrica doméstica, quando feita de forma incorreta, pode causar duas vezes mais incêndios do que defeitos nos eletrodomésticos?

Muitas vezes, por falta de informação ou um direcionamento correto, quase todos os donos de residenciais acabam tendo algum tipo de dúvida com relação a como exatamente o sistema elétrico funciona.

Instalações sem manutenção adequada são principal causa de acidentes elétricos

Saber um pouco mais sobre os perigos que se escondem atrás de suas paredes e em torno de suas tomadas poderão salvar sua casa e sua vida.

O que devemos saber sobre incêndios de origem elétrica?

Em primeiro lugar é importante saber que um incêndio elétrico raramente produz algum cheiro. Fiação elétrica defeituosa esquenta e começa a pegar fogo, mas isso pode levar muito tempo até aparecer. Por isso dizemos que o perigo das instalações elétricas é invisível.

Tudo sobre as instalações elétricas e a segurança.

  1. Fusíveis e Disjuntores – Estes componentes são capazes de proteger a instalação elétrica e o circuito elétrico. Isto quer dizer que, se uma corrente for alta o suficiente para danificar a fiação, o fusível ou disjuntor detectará esse problema e “abrirá” o circuito. Mas, altas correntes podem causar danos e superaquecimento danificando os eletroeletrônicos conectados a este circuito ou fazer com que produtos inflamáveis que estiverem próximos à fiação, se incendeiem.
  2. Residências antigas necessitam de uma manutenção elétrica – Como sempre ressaltamos em nossos artigos, muitas residências não estão devidamente adaptadas para receberem a quantidade de eletrônicos que existem atualmente. Portanto, antes de sair comprando os equipamentos mais modernos do mercado, revise como anda a instalação elétrica de sua residência.
  3. Extensões e Benjamins – Sabemos que extensões e benjamins devem ser utilizados esporadicamente, mas acabamos fazendo dessa exceção uma regra. É importante saber que as extensões possuem diferentes capacidades e que, caso estas sejam mais elevadas do que o permitido, a extensão poderá aquecer, fazendo com que todo o circuito se torne inseguro e potencialmente capaz de criar um incêndio elétrico.
Condomínios também necessitam de manutenção no final do ano

A regra de ouro

O mais importante é se lembrar da seguinte regra de Ouro – “Não faça você mesmo! ”.

Um dos maiores problemas que ocorrem com as instalações elétricas são exatamente pessoas leigas tentando fazer tudo sozinhas, ou pior, pessoas que não sabem o que fazem se passando por eletricistas.

Aderimos a essa cultura do DIY – Faça você mesmo – porque pensamos que, mesmo sem conhecimento, através de vídeos simples postados na internet, já somos experts em qualquer assunto. Profissões que demoram anos para serem aprendidas acabam sendo ensinadas em minutos, mas, na hora de “colocar a mão na massa” o assunto muda de figura.

Manutenção de rede elétrica ajuda a evitar sobrecarga de energia em casas e apartamentos

Portanto, lembre-se,  sempre que o assunto envolver instalação elétrica, ou qualquer coisa que você não possua conhecimento, solicite a presença de um profissional qualificado, pois, só ele será capaz de lhe ajudar com os problemas que possam estar acontecendo em sua residência.

Nos ajude a conscientizar cada vez mais pessoas sobre os perigos que envolvem a eletricidade. Faça parte desta equipe. Associe-se – pessoa física / pessoa jurídica.

A sua segurança e de sua família é a nossa prioridade.

 

Siga-nos

parceiros Abracopel

parceiros Abracopel

Vídeo

Webinar - Contratando profissionais que atendam a NR-10