A Abracopel e a comunicação como missão

Escrito por abracopel 10 de Abril de 2018 0 comentários visto 97 vezes

 

Por Meire Biudes Martinho

Sou fundadora e atual gerente executiva da Abracopel (além de atuar como sua assessora de comunicação e imprensa) e, apesar de termos vários objetivos dentro da entidade, o que prevalece sempre é a nossa missão: a diminuição dos acidentes de origem elétrica no Brasil, por meio de uma cultura da segurança elétrica em nossa sociedade, mostrando às pessoas que a eletricidade é perigosa na mesma medida da sua importância em nossas vidas.

Pois bem, se o que nos motivasse como Abracopelenses fosse um sentimento de curto prazo, ela – a Abracopel – já teria se acabado. Mas como esta associação é formada por pessoas que realmente abraçaram um ideal (imagem 1), ano após ano temos conseguido repetir e ampliar nossos projetos, sempre com o foco em atingir nossa missão, pois sabemos que qualquer mudança de cultura, por menor que seja, demanda tempo.

Imagem 1 – A reunião mais recente dos Abracopelenses durante a cerimônia de nosso prêmio de jornalismo de 2017

A nossa estratégia de comunicação é abrangente em relação aos nossos diferentes públicos-alvo. Como todos utilizam a eletricidade, e podem se ferir com ela, nossas ações se dividem entre aquelas destinadas ao público em geral (leigos) e aquelas dirigidas aos profissionais do setor. A eletricidade é um bem universal, e no Brasil os índices dessa universalização são muito superiores ao do saneamento, por exemplo. Por este motivo, desde a sua fundação, nós na Abracopel procuramos atingir consumidores e fornecedores (concessionárias, fabricantes e prestadores de serviço) através da definição de nossa missão: “Promover mudança de cultura sobre a segurança com eletricidade, a partir da conscientização da população e da capacitação de profissionais”.

Cada membro, associado ou mesmo admirador da Abracopel tem a sua ação preferida, entre elas: o Prêmio de Jornalismo, o Concurso Nacional de Redação, Desenho e Vídeo (imagem 2), o Congresso de Professores (CONADSE) e os Seminário Técnicos sobre a qualidade e a segurança das instalações elétricas (imagem 3), adivinhem qual é o meu? Difícil, hein? Sou jornalista, aí ficaria fácil definir o Prêmio como meu preferido. Mas tenho que confessar que nos 6 anos de convivência com os professores e alunos do Concurso de Redação, Desenho e Vídeo, eu vivenciei os momentos mais emocionantes e mais enriquecedores da minha vida. As premiações nos mais distantes rincões deste país, me privilegiou a conhecer pessoas incríveis, dedicadas, que acreditam no futuro deste país. Posso dizer que sou outra pessoas depois desta ação da Abracopel. Mas, naturalmente, todas e cada uma destas ações possui a sua própria importância, o seu significado e o seu benefício.

Imagem 2. Entrega do Concurso Abracopel de Redação e Desenho em Mossoró, RN

 

Imagem 3. Palestra técnica da Abracopel realizada pelo engenheiro João Cunha

Como estes projetos não são um fim em si mesmo, mas parte do nosso esforço para melhorar a qualidade das instalações elétricas brasileiras, contamos com o apoio financeiro de empresas e instituições que acreditam que a colaboração com a nossa associação é uma forma útil e eficiente de também se comunicar, institucional ou comercialmente, com o seu público. Através destas parcerias é que obtemos os recursos necessários para realizar nossa missão, retribuindo nossos parceiros com a divulgação de seus produtos (imagem 4), aumento da consciência dos consumidores e a valorização de suas marcas. A Abracopel não aceita a contribuição de empresas que forneçam produtos que não atendam aos requisitos mínimos de qualidade e segurança que definimos como necessários para que sejam utilizados em nossas instalações!

Imagem 4. Palestra da Fluke durante evento da Abracopel no Rio de Janeiro, RJ.

Trabalhar para a Abracopel demanda muito tempo e energia devido às inúmeras tarefas que realizamos e ao fato de termos como princípio estar próximos de nosso público, o que nos obriga a viajar constantemente. Além de profissional, sou mãe de uma moça de 29 anos, de um príncipe de 8 anos e avó de uma pequena de 2 anos, tenho uma casa para cuidar e em tempos do tal ‘empoderamento feminino’ (termo que não gosto, mas que tem sido muito usado para mostrar a importância do poder da mulher – como se precisássemos disso!), nada me faz sentir mais poderosa do que saber que essas ações que batalhamos todos os dias para manter, são responsáveis por menos mortes envolvendo a eletricidade no Brasil. Sim, meus caros, conscientização é poder!

E é uma tarefa gratificante ver esses projetos acontecerem e permanecerem, porque são projetos que surgiram de muitas cabeças, e se concretizaram, possibilitando que uma ideia se transformasse em realidade.

Resumindo.

A Abracopel é a materialização de um ideal e a comunicação é a ferramenta que utilizamos para conscientizar o maior número de pessoas sobre como a eletricidade deve ser utilizada.  A prova que estamos no caminho certo vem da quantidade de pais que nos contam que seus filhos, participando do concurso de redação, desenho e vídeo, os ensinam sobre os riscos da eletricidade!

Mas, a boa comunicação é um caminho de mão dupla e, por isso, estamos de olhos e ouvidos abertos para todos aqueles que desejarem contribuir com a nossa causa.

 

Meire Biudes Martinho é jornalista, comunicadora empresarial, atual gerente executiva e assessora de imprensa da Abracopel. É colunista e revisora do Portal Universo Lambda.

Siga-nos

Vídeo

Webinar - Contratando profissionais que atendam a NR-10