Alerta: Redobre sua atenção no Carnaval.

Escrito por abracopel 26 de fevereiro de 2019 0 comentários visto 250 vezes

Ah, o Carnaval! Muitos foliões aguardam ansiosamente esta grande festa.

Pular, sambar, esquecer os problemas, beber, se divertir. Isso é tudo que se espera do Carnaval, mas é importante lembrar que o perigo com a eletricidade está à espreita, somente aguardando que um folião mais desatento esbarre nele.

Ligações clandestinas, fios e extensões espalhados por todo canto, foliões descalços e desatentos, e ainda serpentinas de metal. Esta é uma armadilha perfeita para a tragédia.

Época de chuvas, choques à vista.

O Carnaval acontece em uma época em que as chuvas de fim de tarde sempre aparecem. Mas o que a festa tem a ver com a chuva? Simples. A maior parte das alegorias são metálicas, então já é possível imaginar todos os perigos de choque que podem acontecer, né?

Além das alegorias, nesta época também acontecem muitos acidentes devido aos fios partidos pelas ruas. As condições climáticas da época, bem como linhas de pipa com cerol que acabam cortando os fios, as gambiarras para “puxar” energia, roubo de cabos, dentre outros, são elementos favoráveis para encontrarmos fios energizados por aí.

De acordo com dados da Abracopel – Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade, em 2017 foram 53 casos de fios partidos na rua, com 43 mortes. Infelizmente em 2018, o número aumentou para 84 casos com 62 mortes. Descuido ou falta de atenção?

E os problemas com as famosas “Gambiarras”

Um dos lugares que mais conseguimos notar a presença de “gambiarras” são nas barraquinhas que surgem nesta época do ano.

Sabemos que todos querem garantir uma renda extra no final do mês, mas montar uma barraca para venda de produtos sem autorização da prefeitura e ainda, agir clandestinamente “puxando” energia de postes é colocar sua vida e de todos ao redor em perigo.

Novamente, podemos citar os dados da Abracopel. Em 2017 ocorreram 32 acidentes com postes e grades energizadas, gerando 25 mortes. Já em 2018, foram 38 acidentes que geraram 22 mortes.

Isso também acontece…

Outra cena muito vista nesta época do ano, são tablados e palanques montados para ver de perto os desfiles das escolas de samba da cidade. Mas o perigo acontece se a montagem destas estruturas não for feita seguindo todos os itens de segurança das normas técnicas.

Imagine o que pode acontecer se uma iluminação provisória ou enfeites metálicos tocarem e energizarem a estrutura. Não precisa nem ser vidente para saber que uma tragédia está por vir, não é mesmo?

Os gigantescos carros alegóricos ou trio elétrico

Quando falamos nessas imensas estruturas metálicas, também conseguimos imaginar o tamanho do “problema”.

Os carros alegóricos necessitam ser confeccionados a uma altura que não permitam que as pessoas que estão em cima dele toquem na rede aérea. Mas, infelizmente, não é isso que acontece. A cada carnaval, esses carros estão mais altos, mais imponentes e mais metálicos e elétricos do que nunca. Luzes, sons, botões, tudo isso é um ótimo chamariz para um acidente elétrico.

Aliando um carro alto a uma serpentina metálica… pronto, a tragédia está garantida.

Mais uma vez podemos falar de um dado divulgado pela Abracopel onde o contato com a rede elétrica matou 181 pessoas em 2017. Por outro lado, em 2018, o número caiu para 172 mortes, o que ainda é considerado um alto índice de mortes dor descuido dos foliões.

Não deixe que um descuido seu ou dos outros estrague essa festa tão bonita e colorida. Fique atento ao seu redor. Procure conscientizar todos a sua volta sobre os perigos que envolvem a eletricidade neste Carnaval.

A Abracopel continuará lhe mantendo informado e alertando para todos os perigos da eletricidade.

Siga-nos

parceiros Abracopel

parceiros Abracopel

Vídeo

Webinar - Contratando profissionais que atendam a NR-10