Por que a Autovistoria predial é tão importante?

Escrito por abracopel 9 de agosto de 2018 0 comentários visto 225 vezes

Você sabe como nasceu a autovistoria?

Para quem não conhece, ou nunca ouviu o termo autovistoria, é importante dizer que ela nasceu devido a um trágico acidente ocorrido na cidade do Rio de Janeiro no ano de 2012, quando o desabamento do Edifício Liberdade provocou a queda de outros dois edifícios além de fortes danos no Teatro Municipal.

Como sabemos, infelizmente, muitas coisas no Brasil somente começam a funcionar após uma tragédia e, neste caso, não foi diferente. Após este terrível incidente, foram elaboradas a Lei Estadual 6.400/13 – “Determina a realização periódica por autovistoria, a ser realizada pelos condomínios ou por proprietários dos prédios residenciais, comerciais e pelo poder público, nos prédios públicos, incluindo estruturas, fachadas, empenas, marquises, telhados e obras de contenção de encostas bem como todas as suas instalações e cria laudo técnico de vistoria predial (ltvp) no estado do rio de janeiro e dá outras providências” e a Lei Complementar Municipal 126/13 (cidade do Rio de Janeiro) – “Institui a obrigatoriedade de realização de vistorias técnicas nas edificações existentes no Município do Rio de Janeiro e dá outras providências” – conhecida como a Lei da Autovistoria. O objetivo de ambas leis é garantir a segurança e a estabilidade das edificações, além da norma ABNT NBR 16280, que regulamenta a gestão das reformas em edificações.

Ainda há muita dúvida sobre o que, de fato, é uma Autovistoria, uma inspeção predial e uma vistoria técnica. Para explicar melhor, podemos citar três itens que caracterizam a Autovistoria municipal e a diferem dos outros:

1 – A autovistoria possui uma obrigatoriedade legal;

2 – Toda Autovistoria tem como objetivo a verificação das condições de conservação, estabilidade e segurança do edifício;

3 – Resultado da Autovistoria – Enquanto na vistoria não se levantam causas e soluções, o laudo técnico deve informar as medidas reparadoras necessárias (Lei Complementar Municipal nº 126/13) e para o atendimento à Lei Estadual nº 6.400/13 o laudo deverá apontar as possíveis causas das anomalias, e as medidas reparadoras necessárias.

Mas afinal, o que deve ser auto vistoriado?

Todos os sistemas que compõe a edificação devem ser vistoriados, pois existem diferentes modalidades de engenharia e cada um apossui sua atribuição técnica específica.

Automação e Segurança predial

Por esse motivo, a autovistoria ideal conta com os especialistas de todas as áreas envolvidas com arquitetos, engenheiros civis, engenheiros elétricos, engenheiros mecânicos, de segurança do trabalho e todos os que fizerem parte da composição da edificação.

O laudo de Autovistoria passa a ser a ferramenta de gestão do síndico, pois o documento deverá informar as características dos problemas, bem como suas prováveis causas e medidas reparadoras ou preventivas que se fazem necessárias, conforme a Lei Estadual 6400/13.

O Laudo de Autovistoria, agregado à uma assessoria profissional, contribuem com o Plano de Manutenção (conforme ABNT 5674) o que minimiza a necessidade de obras emergenciais e, portanto, auxiliando na economia e segurança tanto para o condomínio quanto para seus usuários.

Solicite o Laudo de vistoria a fim de se precaver contra possíveis problemas em seu edifício. Pense bem, quanto vale a segurança de seu patrimônio e de seus familiares? Esta lei está em vigor no Rio de Janeiro, porém, até o momento, ela ainda não foi cumprida por 67% dos condomínios da cidade e o pior é que, mesmo após a tragédia da queda do Edifício Liberdade, muitos ainda não tomaram consciência da importância de efetuar a manutenção predial.

Dicas de segurança em ambientes residenciais

Abracopel Alerta, zele sempre pela sua segurança, de seus familiares e de seu patrimônio, afinal, eles são os seus bens mais preciosos.

 

 

Siga-nos

parceiros Abracopel

parceiros Abracopel

Vídeo

Webinar - Contratando profissionais que atendam a NR-10