Pichação: quando o perigo vai além do vandalismo

Escrito por abracopel 14 de fevereiro de 2017 0 comentários visto 689 vezes

 

 

A pichação tem sido um tema muito comentado ultimamente, principalmente diante da ‘batalha’ pessoal do prefeito de São Paulo, João Dória contra os pichadores da capital paulista. O prefeito defende um endurecimento no tratamento com os pichadores que não costumam ser presos quando pegos em flagrante. A pena para o crime de pichação (sim, é considerado crime ambiental) é de 3 meses a 1 ano de prisão e multa.

Mas, para além da questão do vandalismo, queremos aqui falar de algo que vai muito além de simplesmente ser pego em flagrante e ser preso. Quero falar aqui é de que o ato de pichar pode levar os pichadores à morte. Sim, morte!

Os locais onde os pichadores mais gostam de mostrar ‘sua arte’ são, geralmente, altos e de difícil acesso. Topos de prédios, fachadas, marquises, quanto maior a visibilidade, melhor. E é justamente aí que mora o perigo: os fios da rede aérea de energia.

Neste último dia 12 de fevereiro, dois jovens de 23 e 30 anos tentaram pichar um prédio público no Rio Grande do Sul e um deles, tocou na rede aérea com uma vara de metal e morreu instantaneamente com uma descarga elétrica que pode atingir 13.800v. O outro rapaz, sofreu queimaduras graves e segue internado. Quantos outros casos como este já devem ter acontecido e não relatados em nosso país. É muito pouco provável que este tenha sido primeiro ‘acidente’ deste tipo com pichadores, já que a exposição e o risco que os mesmos correm todos os dias é enorme.

Mas, como este foi relatado e, infelizmente, culminou com a morte de um rapaz de apenas 23 anos, a repercussão aconteceu e assim, podemos escrever este artigo de alerta!

Segundo dados da Abracopel – Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade, em 2016 foram 599 mortes por choque elétrico no Brasil, e destas, muitas ocorreram em ruas, postes, grades, ou seja, locais que estão muito próximos no dia a dia dos pichadores.

O alerta fica: pichar é muito perigoso! Vá grafitar, rapaziada! Mostrem que vocês possuem talento de verdade! Mas faça o que fizerem, façam com cuidado, informação e conscientização! A cidade agradece e a sua vida também!

*Meire Biudes é jornalista, comunicadora empresarial e membro da Abracopel

Social Followers

Vídeo

Webinar - Contratando profissionais que atendam a NR-10

Galeria de fotos

Doe qualquer valor clicando abaixo